Escolha uma Página

#JaneiroBranco. Você já pensou sobre sua saúde mental hoje?

29/01/2019

Autora: Alessandra Castegnaro de Freitas. Psicóloga analista do comportamento. Parceira do Nossos Psicólogos.
Compartilhe em suas redes sociais:

Vamos falar sobre a Campanha #JaneiroBranco. Estamos chegando no final do mês de janeiro JÁ. Não sei se nos últimos anos você tem tido a mesma impressão que eu: de que os dias e meses passam muito rápido. Quase não vemos o mundo girar e se revirar. Passa tudo tão rápido, assim as vezes meio que atropelado.

E, sabe, já é fato que grande parte dos nossos dias não são bem aproveitados. É difícil hoje termos vários momentos de prazer, alegria e felicidade. A gente está sempre num corre-corre infinito, sem saber onde vai se chegar e quando chegará. E não estou dizendo nada relacionado à morte não, mas sim para onde cada um de nós está indo.

É como se a gente já não estivesse controlando mais nosso próprio tempo. Mas, afinal, quando é que realmente controlamos?

O fato é que nesse meio tempo, de correr e só se dar conta de que a vida está passando, e bem rápido, é que também esquecemos de cuidar daquilo que nos possibilita também ter momentos felizes.

Esquecemos que não somos só um corpo físico ou um cérebro que comanda tudo do topo de nós e que tanto faz se ele tá saturado ou não. Esquecemos que somos seres que sentem, desejam, criam, constroem, idealizam, esperam… Que somos seres que se magoam, que sofrem, que choram, se sentem inúteis, incapazes, IMPERFEITOS.

A gente esquece que nossos sentimentos são tão importantes quanto nossos músculos, veias, artérias, ligamentos. Que nossas emoções positivas ou negativas podem ser tão mais fortes do que imaginamos e podem destruir até aquele que parece mais forte fisicamente.

Que nossa saúde mental é tão incrivelmente indispensável que, se não cuidada com a devida atenção que merece, pode destruir uma vida, uma perspectiva, um sonho.

É também sobre isso que a Campanha #JaneiroBranco fala, para lembrarmos que somos seres biopsicossociais e isso significa dizer que cada parte de nós é interligada a outras. Como uma rede, um sistema co-dependente.

A campanha leva o nome de #JaneiroBranco, mas ela não deve acontecer somente em janeiro, mas o ano todo. Você já pensou sobre sua saúde mental hoje?

Conheça os profissionais que participaram deste artigo:
Alessandra Castegnaro de Freitas, Psicóloga - Centro, Curitiba (PR)
Psicóloga – CRP 08/23582 | Centro, Curitiba – PR
Psicóloga analista do comportamento, graduada pelo Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz, em Cascavel (PR).Especialista em Motricidade e Desenvolvimento Motor e também em Neuroaprendizagem.Na área clínica particular, atua em questões ligadas à depressão, ansiedade, fobias e traumas.Ministra também palestras e cursos e aplica a psicologia no contexto artístico, especialmente na dança.
[yuzo_related]
Médico por preço acessível

Encontre um Psicólogo perto de você, agende uma consulta e comece hoje sua terapia

Consultas acessíveis, com profissionais em 40 cidades

Escolha um Psicólogo perto de você, agende uma consulta e comece hoje sua terapia

Sobre o Nossos Psicólogos

O Nossos Psicólogos é o portal onde você escolhe um Psicólogo perto de você, com terapia a custos acessíveis. Escolha o seu profissional de acordo com o que é importante para você: perfil, especialidade, localização, agenda etc. O uso pelo paciente é gratuito: ele paga somente a consulta realizada, diretamente ao profissional que o atendeu. As consultas são realizadas no consultório particular do Psicólogo escolhido pelo paciente. Acesse nossa página Quem Somos para saber mais.

Todas as informações aqui apresentadas têm objetivo meramente informativo, não pretendendo, em tempo algum, substituir as orientações e diagnósticos de profissionais da saúde, ou servir como indicação para qualquer tipo de tratamento. Somente o profissional da saúde poderá indicar, iniciar, alterar ou interromper tratamentos. NUNCA tome medicamentos sem orientação médica. Para mais informações, acesse nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.