Escolha uma Página

O que você vai fazer por sua saúde mental em 2019?

29/01/2019

Autora: Alessandra Castegnaro de Freitas. Psicóloga analista do comportamento. Parceira do Nossos Psicólogos.
Compartilhe em suas redes sociais:

2019 já começou, e a promessa de ano novo e vida nova também…. Todos os anos nessa época começamos a planejar uma nova vida, com novos objetivos ou recuperação de antigos. Escrevemos Metas para 2019, “o que vou fazer este ano?” e coisas do tipo.

Mas você já parou para pensar no tipo de coisas que queremos para o ano que se inicia? Ganhar mais dinheiro, fazer viagens bacanas, sair mais, talvez poupar também, ir a academia, ser mais saudável e fitness, mudar a dieta, mudar a rotina, passar mais tempo com família ou com os amigos, trocar de carro, comprar uma casa. Planejamos muitas e muitas coisas que são ótimas, claro. Mas, sinceramente, nunca vi NINGUÉM dizer “Neste próximo ano vou cuidar mais de minha saúde mental” ou “Neste próximo ano vou cuidar mais do que sinto, do que penso. Vou cuidar mais de quem eu sou, me conhecendo melhor”.

Aposto que você NUNCA falou nenhuma dessas frase ou algo do tipo. Você talvez nem cogitou a possibilidade de isso ser um objetivo em sua vida para o ano que se inicia. A gente objetiva coisas mais visíveis e palpáveis a olho nu. Ao meu e ao do outro. O outro que vai ver minhas viagens, meu carro novo, minhas festas, minha casa. Mas não vai ver minha possível tristeza, minha nada sincera alegria.

A gente tem a mania de que querer TER e não de querer SER. A gente confunde ter com ser, ser com ter. A gente não sabe o que é. A gente sabe o que tem. E por saber o que tem, a cada ano que passa a gente planeja ter mais. A gente planeja fazer academia, comer saudavelmente para ter um corpo mais bonito, um aspecto de gente feliz para que os outros vejam. A gente quer trocar de carro ou comprar uma casa, não talvez especificamente pelo conforto, mas porque os outros vão poder ver o quão feliz “sou” porque tenho coisas.

Entende o que quero dizer? A gente não busca ser mais feliz, ser mais compreensivo, ser mais controlado, ser mais estável, ser realmente mais saudável. Nunca pensamos em dar importância às nossas emoções, sentimentos, nunca pensamos em procurar entender nossas ações e pensamentos, nunca nos importamos tanto com o nosso eu.

E talvez essa seja a questão que contribuiu e contribui para o adoecimento da sociedade. Nem tudo é uma questão física: muitas vezes é, sim, uma questão psicológica e emocional. E quando percebemos que pode ser algo assim, esperamos o próximo ano e o próximo ano. FUGIMOS. E nesse diga tudo se torna mais difícil. O tempo é aquele cara que não espera.

2018 já acabou e o que você fez pela sua saúde mental?

2019 já começou e o que você vai fazer pela sua saúde mental?

Conheça os profissionais que participaram deste artigo:
Alessandra Castegnaro de Freitas, Psicóloga - Centro, Curitiba (PR)
Psicóloga – CRP 08/23582 | Centro, Curitiba – PR
Psicóloga analista do comportamento, graduada pelo Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz, em Cascavel (PR).Especialista em Motricidade e Desenvolvimento Motor e também em Neuroaprendizagem.Na área clínica particular, atua em questões ligadas à depressão, ansiedade, fobias e traumas.Ministra também palestras e cursos e aplica a psicologia no contexto artístico, especialmente na dança.
[yuzo_related]
Médico por preço acessível

Encontre um Psicólogo perto de você, agende uma consulta e comece hoje sua terapia

Consultas acessíveis, com profissionais em 40 cidades

Escolha um Psicólogo perto de você, agende uma consulta e comece hoje sua terapia

Sobre o Nossos Psicólogos

O Nossos Psicólogos é o portal onde você escolhe um Psicólogo perto de você, com terapia a custos acessíveis. Escolha o seu profissional de acordo com o que é importante para você: perfil, especialidade, localização, agenda etc. O uso pelo paciente é gratuito: ele paga somente a consulta realizada, diretamente ao profissional que o atendeu. As consultas são realizadas no consultório particular do Psicólogo escolhido pelo paciente. Acesse nossa página Quem Somos para saber mais.

Todas as informações aqui apresentadas têm objetivo meramente informativo, não pretendendo, em tempo algum, substituir as orientações e diagnósticos de profissionais da saúde, ou servir como indicação para qualquer tipo de tratamento. Somente o profissional da saúde poderá indicar, iniciar, alterar ou interromper tratamentos. NUNCA tome medicamentos sem orientação médica. Para mais informações, acesse nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.